Aplicativos de telemedicina e exemplos práticos. Como melhorar a relação entre médico e paciente?

Os aplicativos da telemedicina dispararam após a pandemia da Covid-19. Seus benefícios são evidentes, tanto para pacientes como para o sistema de saúde, e sem dúvida é uma modalidade que veio para ficar. Neste artigo vamos falar sobre várias questões relacionadas com este exemplo de tecnologia médica, colocando alguns exemplos práticos e mostrando as vantagens de sua implementação em sistemas de saúde.

O que é telemedicina?

A telemedicina é uma prática médica que utiliza as novas tecnologias para transmitir e receber informações entre os médicos e seus pacientes ou entre os próprios profissionais de saúde.. A telemedicina facilita o acesso aos serviços de saúde aos pacientes com pouca mobilidade ou que vivem em áreas remotas ou pouco acessíveis e permite a troca de informações entre profissionais de diferentes lugares para conseguir um diagnóstico e tratamento mais rápido e eficiente. Também permite o acompanhamento remoto, reduzindo o tempo necessário para consultas e ajudando a reduzir o congestionamento das salas de emergência.

Aplicativos e exemplos práticos da telemedicina

Gestão de medicamentos:

Graças à telemedicina, os pacientes podem consultar seu médico sem ter que se deslocar até o centro de saúde, evitando más decisões na ingestão de medicamentos. Além disso, os profissionais de saúde podem fazer um acompanhamento mais eficaz do tratamento.

Controle de doenças crônicas

Muitas vezes, em certas doenças crônicas, é necessário realizar uma checagem periódica do estado de saúde do paciente para estar ciente da evolução de sua patologia. Com a chegada da telemedicina, esse controle pode ser feito com muito mais eficiência.

Compartilhar informações médicas

Às vezes, os profissionais de saúde precisam compartilhar informações com outros colegas. Um exemplo disso é quando um teste de imagem é solicitado para ajudar no diagnóstico de uma patologia. Graças à telemedicina, não é mais necessário que ambos os profissionais estejam no mesmo local.

Redução do congestionamento nas urgências

Desde que a telemedicina foi implementada, não é mais necessário ir ao pronto-socorro, por exemplo, para um resfriado ou desconforto leve. O médico pode ser consultado sem a necessidade de se deslocar, contribuindo assim para descongestionar as salas de emergência.

Psicólogos pelo skype

Em certas especialidades, o tratamento pode até ser ministrado remotamente. Este é o caso dos profissionais dedicados à psicologia, que agora podem transmitir seus tratamentos por videochamada fazendo uso de ferramentas como o Skype.

Paciente fazendo uma consulta por videochamada, uma das aplicações da telemedicina.

Áreas nas quais aplicar a telemedicina

Teleatendimento

A telemedicina e teleatendimento são conceitos que andam de mãos dadas. Podemos definir a teleatendimento como um exemplo de telemedicina que se baseia na prestação de assistência médica através de vias telemáticas, como telefonia, videochamadas ou e-mail.

Telerradiologia

A telerradiologia consiste na transmissão de imagens radiológicas do paciente para que estas possam ser visualizadas e interpretadas de maneira deslocalizada.

Teleconsulta

A teleconsulta refere-se ao uso de ferramentas TIC para passar consulta à distância. Isso pode ser muito útil para pacientes que vivem em áreas rurais ou pacientes com problemas de mobilidade.

Telereabilitação

Durante a pandemia, tornou-se evidente que é possível orientar e dirigir sessões de reabilitação remotamente, aconselhando sobre os exercícios a serem realizados e monitorando a execução destes.

Teleformação em saúde

A teleformação, ou formação online, permite que os profissionais de saúde continuem seu treinamento sem precisar se deslocar, sem restrições de tempo ou local.

Vantagens da telemedicina

Acesso universal aos serviços de saúde

A ascensão da telemedicina favoreceu grupos vulneráveis, como pessoas com mobilidade reduzida, que agora dispõem de um mecanismo para receber cuidados de saúde sem ter que se deslocar.

De qualquer lugar

Em linha com o ponto anterior, a telemedicina está facilitando o acesso aos serviços de saúde a pacientes que vivem em áreas rurais ou remotas e que anteriormente tinham que se deslocar até horas para poder fazer uma consulta.

Acompanhamento de pacientes

O monitoramento remoto de pacientes é outra das grandes vantagens da telemedicina. Graças às TIC e aos dispositivos da IoT para medicina os profissionais de saúde podem fazer um monitoramento e acompanhamento remoto do estado de saúde do seu paciente e só requerer a visita presencial se a sua evolução não tiver sido favorável.

Melhorar a qualidade de vida

Sem dúvida, todos esses aspectos têm impacto na qualidade de vida dos pacientes. Transferências desnecessárias são evitadas, acompanhamento e aconselhamento altamente personalizados podem ser oferecidos e o médico está acessível ao paciente através de mais canais.

O futuro da telemedicina

Na grande maioria dos países, o impulso da telemedicina originou-se de maneira necessária para otimizar o atendimento na pandemia da Covid-19. No entanto, e embora suas vantagens tenham sido demonstradas e algumas dessas aplicações tenham permanecido após a pandemia, ainda é uma disciplina muito incipiente e com amplo espaço para melhorias. A conhecida como medicina do futuro (Smart Hospital) necessita que a telemedicina se padronize e se criem os protocolos necessários para que esta seja eficaz e eficiente, tanto para o paciente como para as organizações de saúde. Para isso, devem ser resolvidos alguns desafios associados a esta modalidade, como a proteção de dados e a cibersegurança.

Compartir

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Otros posts que pueden ser de su interés